São João Paulo II

Santo do Dia 22 de Outubro

by Cynthia
0 comment

Última atualização há 2 anos by Cynthia

Origem e Família

São João Paulo II foi o Papa João Paulo II, primeiro papa da Igreja Católica de origem não italiana. Ele era polonês.

O Papa João Paulo II nasceu Karol Józef Wojtyla, no dia 18 de maio de 1920, em Wadowice, Polônia.

A infância e juventude do Papa João Paulo II foram marcadas por muitas perdas. Ele era o caçula de três irmãos e sua irmã Olga Wojtyla faleceu antes mesmo de seu nascimento. Aos oito anos de idade perdeu sua mãe, Emilia Kaczorowska, que tinha a saúde debilitada. Seu outro irmão mais velho, Edmund Wojtyla, faleceu quando o menino Karol tinha apenas doze anos. Seu irmão era médico e faleceu ao tratar doentes contaminados com escarlatina, após também contrair a doença.

Ficaram somente Karol e seu pai, também de nome Karol Wojtyla, que era oficial do exército polonês.

A família do então Karol era religiosa o que contribuiu para a formação de sua própria religiosidade e fé. Ele mesmo declarou que observar seu pai em oração foi para ele, sem perceber, uma influência na sua vocação religiosa.

Quando tinha dezoito anos de idade, mudou-se com seu pai para Cracóvia, também na Polônia, para cursar filosofia na universidade e também para estudar teatro pois desejava ser ator.

Aos vinte e um anos de idade mais uma perda, agora de seu pai que morreu de ataque cardíaco.

Superação dos sofrimentos

No ano de 1939 as tropas nazistas invadiram a Polônia fechando comércios, escolas, universidades e outros.

O jovem Karol passou a trabalhar, primeiro como operário em uma pedreira e depois em uma indústria química, para não ser deportado para a Alemanha.

A influência religiosa e o amor da família e, principalmente o exemplo de fé de seu pai foram para ele uma sustentação diante de tantos sofrimentos e dores.

Toda essa experiência de vida com tantas perdas, todo o horror da guerra com tantos sofrimentos mas que foram vivenciados sob a inflência da fé cristã de sua família e, especialmente de seu pai, foram amadurecendo no jovem Karol a vocação para a vida religiosa.

Vida Religiosa

Em 1942 Karol ingressou clandestinamente em um seminário em Cracóvia e passou a estudar Teologia na universidade, também de forma clandestina. Em 01 de novembro de 1946 foi ordenado padre.

Durante alguns anos exerceu suas funções como sacerdote em paróquias na Cracóvia e também lecionando teologia no seminário. Fez doutorado em Teologia em Roma.

Após doze anos como sacerdote foi nomeado bispo auxiliar de Cracóvia, em 1958. Em 1964, no dia 13 de janeiro, foi nomeado Arcebispo de Cracóvia pelo Papa Paulo VI  e três anos depois, após ter participado do Concílio Vaticano II, em Roma, foi nomeado Cardeal Arcebispo, também pelo Papa Paulo VI.

O Papa Paulo VI considerava o então Cardeal Arcebispo Karol Wojtyla, um servo bom e fiel, em suas próprias palavras.

Papa João Paulo II

Em 1978, após a morte do Papa Paulo VI, foi eleito o novo Papa, João Paulo I. Este faleceu repentinamente após eleito e foi feito um novo Conclave para eleger um novo Papa.

Os Conclaves são formados pelos Cardeais Arcebispos de todo o mundo católico e o Cardeal Karol Wojtyla foi convocado para participar.

Na tarde de 16 de outubro de 1978, após oito escrutínios, o Cardeal Arcebispo Karol Wojtyla, aos 58 anos de idade, foi eleito o novo Papa da Igreja Católica. Foi o primeiro Papa não italiano eleito após cerca de 450 anos.

O novo Papa adotou o nome de João Paulo II para exercer sua missão como chefe da Igreja Católica em todo o Mundo.

O Papa João Paulo II era extremamente carismático e muito solícito e comunicativo. Tendo vivenciado os horrores da guerra, seu caminho como Papa foi o de difundir a paz entre os povos, valorizando os valores familiares, com muito amor e devoção a Deus.

Seu legado como Papa foi de verdadeira santidade, no amor ao próximo e humildade indo ao encontro do povo. Falava 11 idiomas e viajou para 129 países nos cinco continentes, ao longo de 104 viagens internacionais. Foi o primeiro Papa a visitar o Brasil, em 1980. Em lindo exemplo de humildade beijava o solo de todos os lugares que visitava.

Sua preocupação com os jovens o fez criar em 1984, a Jornada Mundial da Juventude.

Em 13 de maio de 1981 sofreu um atentado contra sua vida. Sobreviveu e alguns anos depois, em mais um exemplo de sua santidade, encontrou-se pessoalmente com seu agressor e o perdoou.

Legado

O Papa João Paulo II deixou muitas encíclicas, que são documentos escritos com pensamentos sobre assuntos de interesse da Igreja. Foram 14 no total.

Durante seu pontificado beatificou 1345 pessoas e canonizou 483 santos.

Tinha muita devoção pela Virgem Maria a quem atribuiu sua sobrevivência ao atentado sofrido.

Seu legado como Pontífice da Igreja Católica foi de amor, humildade, caridade e misericórdia, valorizando a família e a juventude e difundindo a paz no mundo. Foi um exemplo de carisma, sabedoria e santidade.

Seu pontificado foi o terceiro mais longo da história da Igreja Católica. Foram 26 anos como Chefe Supremo da Igreja, de 1978 a 2005.

Em seus últimos anos de vida enfrentou muitas enfermidades, dentre elas o Mal de Parkinson, que foram debilitando-o até sua morte no dia 02 de abril de 2005, aos 84 anos de idade.

O Papa João Paulo II foi beatificado por seu sucessor, o Papa Bento XVI, em 01 de maio de 2011 e canonizado pelo Papa Francisco no dia 27 de abril de 2014.

Tornou-se São João Paulo II. Sua festa litúrgica é celebrada no dia 22 de outubro.

Artigos Relacionados