Santa Maria Bertilla Boscardin

Santa do Dia 20 de Outubro

by Cynthia
0 comment

Última atualização há 2 anos by Prece Ativa

Origem e Família

Santa Maria Bertilla nasceu Anna Francesca Boscardin em 06 de outubro de 1888, em Brendola, na Itália.

Era filha de camponeses e além dos estudos, passou sua infância trabalhando no campo e também como empregada doméstica para ajudar nas finanças da família. Era a mais velha de três irmãos. Santa Maria Bertilla Boscardin

Foi criada e batizada dentro do Catolicismo e desde criança gostava muito de rezar devotando um grande amor por Nossa Senhora. Fez sua Primeira Comunhão aos nove anos de idade.

Vida Religiosa e Vocação

Anna Francesca sentiu desde muito cedo a vocação para a vida religiosa e aos dezesseis anos de idade entrou para o Convento das Irmãs Mestras de Santa Dorotéia dos Sagrados Corações, adotando ao fazer seus votos o nome de Irmã Maria Bertilla.

No convento trabalhava como cozinheira e ao mesmo tempo em que se preparava para se tornar uma religiosa estudava também enfermagem.

Ao se formar enfermeira foi enviada para o hospital de Treviso, também na Itália, onde encontrou sua grande e verdadeira vocação ao se dedicar aos cuidados com os doentes, especialmente as crianças vítimas da Primeira Guerra Mundial.

Irmã Maria Bertilla cuidou também dos soldados feridos na guerra e tratava a todos os doentes e feridos com extremo amor e carinho, como uma verdadeira e dedicada mãe.

A religiosa trabalhava incansavelmente, dedicava-se às orações e aos cuidados com os enfermos sempre levando consolo a todos, sendo um verdadeiro exemplo de amor e caridade cristã. Irmã Maria Bertilla conquistou muitas conversões entre os doentes a quem se dedicava.

Exemplo Cristão e Morte

Irmã Maria Bertilla foi um exemplo de caridade cristã. Enfrentou muitas adversidades e sofreu muitas humilhações ao longo de sua vida como religiosa, mas mesmo diante disso seguiu trabalhando com humildade, em silêncio e orações e com muito amor e dedicação ao próximo, especialmente aos doentes, sua grande vocação e missão.

Aos vinte e dois anos de idade, muito jovem ainda, foi operada de um câncer e, ainda sem estar totalmente recuperada retornou para cuidar de seus “amados doentes”, com mais amor e dedicação do que nunca pois também ela sentira em si mesma a dor e sofrimento da doença física.

Irmã Maria Bertilla seguiu incansável no trabalho que tanto amava de cuidar dos doentes, porém, alguns anos depois o câncer retornou, agora com metástases causando-lhe muito sofrimento físico e deixando-a muito fraca. Foi operada novamente mas dessa vez não conseguiu se recuperar.

Morreu no dia 20 de outubro de 1922, aos trinta e quatro anos de idade. Antes de morrer ela converteu o médico-chefe do hospital em que estava internada.

Muitas graças foram e são ainda alcançadas por sua intercessão.

A Santa Maria Bertilla Boscardin foi beatificada pelo  Papa Pio XII no dia 08 de junho de 1952 e canonizada pelo Papa João XXIII no dia 11 de maio de 1861. Sua festa litúrgica é celebrada no dia 20 de outubro.

Oração

“Ó Deus, Pai todo misericórdia, ao recordarmos a memória de Santa Maria Bertilla, nós Vos pedimos que,

seguindo seus passos na caminhada rumo ao Reino definitivo, possamos nos dedicar sempre mais no serviço generoso à Sua Igreja,

na pessoa dos nossos irmãos mais abandonados e necessitados.

Por Cristo Nosso Senhor. Amém!”

Artigos Relacionados