Santa Gertrudes

Santa do Dia 16 de Novembro

by Cynthia
0 comment

Última atualização há 2 anos by Cynthia

Origem

Santa Gertrudes nasceu em uma família cristã, no ano de 1256, na Saxônia, atual Alemanha.

Pouco se sabe sobre seus pais, apenas que eram cristãos fervorosos. Sobre sua infância e criação também sabe-se muito pouco.

Sabe-se que com cinco anos de idade apenas, Gertrudes foi viver no Mosteiro de Helfa, de Ordem Cisterciense, que é uma ordem católica beneditina, onde ficou por toda sua vida.

Vida Contemplativa

No Mosteiro, Gertrudes conviveu com a religiosa Matilde de Magdeburg que era muito voltada para as questões espirituais e dotada de muitos dons místicos.

Provavelmente sob a influência de Matilde, Gertrudes foi também desenvolvendo intensa espiritualidade e dons místicos.

Gertrudes tornou-se freira e devotava-se às orações, às penitências e à vida contemplativa.

Os dons místicos de Gertrudes começaram a se manifestar quando ela estava com vinte e cinco anos de idade e teve a primeira de suas visôes.

A vida de Gertrudes desde então, foi dedicada à contemplação e às visões místicas, através das quais vivenciou e compreendeu todo o amor de Jesus Cristo e Seus ensinamentos.

Gertrudes amou e devotou-se ao Sagrado Coração de Jesus.

Gertrudes deixou por escrito toda sua experiência e vivência mística, no livro “Mensageiro do Divino Amor”, que ainda hoje é considerada importante obra de teologia mística cristã.

Morte

Gertrudes tornou-se Abadessa do Mosteiro de Helfa, onde viveu por toda sua vida na clausura, sem jamais ter saído do mosteiro.

Morreu em 1302, após passar dez anos sofrendo com muitas dores físicas.

Por sua vida devotada à oração e entrega ao amor de Jesus Cristo, na vivência de Sua Paixão e Morte e por seu legado de experiências místicas, é venerada como santa pela Igreja.

A celebração à Santa Gertrudes acontece no dia 16 de novembro.

Oração

“Ó Senhor, que amastes Santa Gertrudes com amor eterno, falando ao seu coração,

dá-me ouvidos para escutar Vossa voz, e fé para responder ao Vosso chamado,

com entrega comparável à desta apaixonada por Vosso Santo Coração.

Por Cristo Nosso Senhor. Amém!”

Artigos Relacionados